Reforçado número de camas da rede de cuidados continuados na ilha Terceira

Berto Cabral - cuidados continuados

O Governo dos Açores reforçou com mais seis camas a Rede Regional de Cuidados Continuados Integrados na ilha Terceira, que passa a ficar dotada de um total de 48 camas, distribuídas por duas unidades, para a prestação deste nível intermédio de cuidados de saúde e apoio social na Região Autónoma dos Açores.

O aumento reflecte-se na oferta adicional de quatro camas para internamentos de média duração e reabilitação na Unidade de Cuidados Continuados Integrados da Santa Casa da Misericórdia de Angra do Heroísmo e de duas camas também para internamentos de média duração e reabilitação no Lar D. Pedro V. Em nota ontem divulgada, o Executivo açoriano refere que “era imperativo ajustar a capacidade das unidades de internamento da Rede Regional de Cuidados Continuados Integrados, com vista a colmatar o impacto da pandemia Covid-19 junto da população mais envelhecida e mais vulnerável da Região, contribuindo, assim, para o aumento do conforto e para a melhoria da qualidade de vida destes utentes”.

A assinatura das adendas aos protocolos que sustentam a ampliação da capacidade de resposta das Unidades de Cuidados Continuados Integrados na ilha Terceira decorreu na sala de reuniões da Direcção Regional da Solidariedade Social, em Angra do Heroísmo, contando com a presença da Directora Regional da Solidariedade Social, Andreia Vasconcelos.