Artigos

Governo Regional entrega 16 viaturas à PSP e GNR

Governo entrega viaturas à PSP e GNR De acordo com a agência Lusa, o presidente do Governo açoriano entregou ontem 16 viaturas à PSP e à GNR, “uma ajuda” para cumprirem a sua missão no arquipélago, mas sublinhou que a República não pode “despejar” na região “o funcionamento das funções de soberania”.
“Este momento não pode dar azo a qualquer confusão. É responsabilidade do Estado assegurar o funcionamento das forças [de segurança] e de um conjunto de outras actividades ligadas às funções de soberania na Região Autónoma dos Açores”, afirmou Vasco Cordeiro, em Ponta Delgada, na cerimónia de entrega de 14 viaturas à PSP e duas à GNR.
O Governo Regional entregará mais oito viaturas às duas forças de segurança em 2014 e formalizou também ontem a entrega de material informático, entre o qual mais de 100 computadores.
O investimento do executivo açoriano nesta compra de equipamentos e viaturas ascende a 610 mil euros e resulta de uma iniciativa aprovada no parlamento dos Açores que determina que 30% das receitas das multas rodoviárias nas ilhas é afectada a despesas das forças de segurança.
“Este ato não pode levar a qualquer ilusão sobre este assunto, nem cá nem lá. A acção do Governo Regional não constitui neste domínio uma alternativa, não constitui um substituto à inalienável obrigação da República de assegurar essas funções do Estado aqui no território da Região Autónoma dos Açores”, sublinhou Vasco Cordeiro, numa cerimónia em que esteve também presente o secretário de Estado da Administração Interna, Fernando Alexandre.
Segundo Vasco Cordeiro, esta iniciativa do Governo Regional constitui sim “uma ajuda para que os açorianos possam ser melhor servidos, um contributo para que essa acção [das forças segurança] possa ser melhor cumprida”.
“Assim acontece com as forças de segurança como assim acontece também no caso da Universidade dos Açores, como assim deve acontecer no caso do serviço público de rádio e televisão. Estamos disponíveis para ajudar, sobre isso não reste qualquer dúvida, mas o que não podemos aceitar é que despejem em cima dos açorianos a obrigação de assegurar o financiamento e o funcionamento das funções do Estado aqui na região”, afirmou.
Vasco Cordeiro agradeceu ao ministro da Administração Interna neste processo da compra das viaturas para a PSP e GNR, dizendo que a sua intervenção foi fundamental para desbloquear o processo.
O comandante regional da PSP nos Açores, Barros Correia, disse aos jornalistas, no final da cerimónia, que a polícia tem agora “a obrigação de fazer melhor pelos Açores”, mas destacou que a criminalidade tem descido na região este ano.
“Portanto, estamos a fazer o nosso trabalho”, afirmou, em resposta a uma questão sobre a falta de efectivos.