Artigos

Cientista Carvalho Rodrigues tem dúvidas sobre projectos na Base das Lajes

carvalho rodriguesO conhecido cientista Carvalho Rodrigues, com experiência de anos na NATO, duvida que numa base onde estejam os EUA “possam fazer-se outras coisas” para além das inerentes às militares - e uma base espacial “tem de ter facilidades e torres de lançamento, meios para enchimento de combustível dos satélites e guiamento dos foguetes... se houver quem invista, é um bom local”, declarou ao semanário “Expresso”.
O Air Center é um projecto que deverá envolver investimentos da ordem dos 300 milhões de euros, segundo as fontes daquele semanário, tendo mesmo o Presidente da Fundação para a Ciência e Tecnologia, Paulo Ferrão, adiantado que 200 milhões serão investimento estrangeiro e 100 milhões gastos nacionais na construção de infraestruturas, que terão financiamento de fundos europeus.
Desde Junho passado que esta Fundação está a promover uma série de workshops internacionais “para a definição de uma agenda de investigação para o Atlântico centrada nos Açores, com o objectivo de desenvolver uma plataforma internacional de cooperação dedicada á investigação integrada nas áreas do clima, observação da terra, energia, espaço e oceanos”, explica Paulo ferrão no “Expresso”.
Só que esta base espacial ainda não está definida se será em Santa Maria ou na Base das Lajes.
Inicialmente falava-se muito nas Lajes, mas agora fala-se também na ilha de Santa Maria, que não terá os condicionalismos das Lajes, devido à base militar.
Recorde-se que Portugal e o Brasil vão assinar em Abril um convénio para criar esta rede científica atlântica que será “um passo importante” para a instalação um centro de investigação internacional nos Açores, segundo o Ministro Manuel Heitor.
“O mais importante foi o facto de o Ministro brasileiro ter confirmado o interesse do Brasil de querer cofundar com Portugal o centro internacional dos Açores, em estreita articulação com a comunidade científica e as instituições brasileiras, de uma forma também para melhor integrar o Atlântico norte e o Atlântico sul, numa rede que irá incluir os Açores e certamente as ilhas brasileiras de Fernando Noronha e de São Pedro e São Paulo”, revelou o Ministro.