Governo avança com avaliação dos centros de ATL dos Açores a partir do segundo semestre

Vasco Cordeiro - ATL na TerceiraO Presidente do Governo anunciou ontem, em Angra do Heroísmo, que o Executivo vai avançar, no segundo semestre deste ano, com uma avaliação dos Centros de Actividades de Tempos Livres da Região com o objectivo de melhorar o serviço prestado às crianças e jovens dos Açores. 

“O objectivo desta avaliação é muito simples e passa por reforçar o que for necessário reforçar, por corrigir aquilo que for necessário corrigir, com o objectivo último de melhorar sempre o serviço prestado às crianças e jovens que os frequentam”, adiantou Vasco Cordeiro.

 O Presidente do Governo falava na inauguração do Centro Comunitário e Centro de Actividades de Tempos Livres da Confederação Operária Terceirense, um investimento de cerca de um milhão de euros que dá resposta a cerca de meia centena de crianças.

Vasco Cordeiro salientou que o Governo dos Açores “tem bem a consciência” de que esta aposta estratégica na área da infância e da juventude não se esgota, apenas e só, na componente das infraestruturas, razão pela qual vai iniciar na segunda metade deste ano a avaliação pedagógica aos serviços prestados pelos Centros de Actividades de Tempos Livres.

Na sua intervenção, Vasco Cordeiro frisou, por outro lado, que as instalações ontem inauguradas se integram numa política de parceria com instituições particulares de solidariedade social que garante que, na Região, sejam mais de 10 mil as crianças e jovens que têm acesso às várias valências na área da infância e juventude.

“São cerca de 300 valências em toda a Região com uma expressão de investimento no futuro que ascende a cerca de 30 milhões de euros anuais”, realçou o Presidente do Governo.

No âmbito desta política abrangente de apoio à infância, a componente das infraestruturas enquadra-se na “criação de condições para vencermos esta aposta no futuro da nossa Região”, referiu Vasco Cordeiro, ao adiantar que, atualmente, estão a decorrer em várias ilhas investimentos de cerca de 14 milhões de euros em creches, jardins de infância e centros de actividades de tempos livres. 

Na inauguração das novas instalações da Confederação Operária Terceirense, o Presidente do Governo deixou ainda um reconhecimento público ao trabalho de parceria que, todos os dias, é desenvolvido com as instituições que trabalham na área social nos Açores.

“Esta aposta e esta política que se concretiza no dia a dia não tem a ver apenas com as orientações e os recursos financeiros que o Governo disponibiliza. Tem a ver, também, com o trabalho e o empenho demonstrados, desde os órgãos dirigentes das instituições, até aos colaboradores que dão expressão prática a estas repostas”, afirmou Vasco Cordeiro.