Concluídos trabalhos de remoção do navio Mestre Simão do porto da Madalena

Remoção navio Mestre SimãoOs trabalhos de remoção do navio de transporte de passageiros, “Mestre Simão”, que encalhou no porto da Madalena, na ilha do Pico, a 6 de Janeiro deste ano, foram considerados concluídos pelo Capitão do Porto da Horta no passado dia 7 de Julho.

Os trabalhos de remoção que tiveram início a 10 de Abril, passaram a uma segunda fase a partir do dia 16 de Maio, altura em que um rebocador e uma barcaça da empresa “Resolve & Salvage” chegaram ao porto da Madalena e iniciaram o desmantelamento propriamente dito.

Segundo foi avançado em comunicado, no passado dia 29 de Junho foi removida a útima grande secção que ainda se encontrava no local do encalhe, a secção da proa. Seguiu-se depois uma fase de limpeza subaquática que se prolongou até sábado, 7 de Julho, ainda que a barcaça e o rebocador tivessem deixado o porto da Madalena no dia 4.

O rebocador e a barcaça, que estiveram envolvidos nos trabalhos de remoção, partiram do porto da Horta no domingo.

O trabalho de remoção envolveu também a participação de empresas especializadas no tratamento e reutilização de resíduos, tendo o grosso do material metálico sido remetido para o continente Português em diversos contentores.

Ao longo do processo de remoção o Capitão do Porto contou, para efeitos de controlo e monitorização dos trabalhos, com o apoio da Delegação Marítima de São Roque do Pico, do Comado Local da Polícia Marítima da Horta, bem como do Comando Regional dos Açores, em particular do Grupo de Mergulho For.