Já foram vendidos mais 200 carros novos do que no ano passado

Carro - chaveEntre Janeiro e Maio deste ano já foram vendidas nos Açores mais 200 viaturas novas do que no mesmo período do ano passado.

Segundo revela o SREA (ver quadro), nos primeiros cinco meses do ano foram vendidos 1.837 carros novos, quando no período homólogo tinham sido 1.637.

Nos primeiros quatro meses do ano registaram-se sempre crescimentos no número de vendas, mas no mês de Maio há uma diminuição: menos 6 viaturas vendidas do que em igual mês do ano anterior.

Os ligeiros de passageiros e os ligeiros de mercadorias têm os maiores aumentos.

Detenção por pornografia de menores em Vila Franca do Campo

PJA Polícia Judiciária (PJ), através do Departamento de Investigação de Ponta Delgada, deteve um homem de 31 anos de idade, indiciado pela prática do crime de pornografia de menores.

“No âmbito de busca domiciliária que lhe foi efectuada, no concelho de Vila Franca do Campo, vieram a ser detectados e apreendidos diversos suportes informáticos contendo múltiplos ficheiros com imagens de menores de cariz pornográfico”, avançou a PJ, em comunicado. O detido, foi presente às autoridades judiciárias para primeiro interrogatório judicial e aplicação de medidas de coacção “tidas por adequadas”.

 

EDA está a produzir mais energia

EDA-Electricidade-dos-AçoresA EDA está a produzir mais energia, segundo dados anunciados ontem pelo SREA.

No primeiro semestre deste ano foram produzidos 390.748.314 KWh, quando no mesmo período do ano passado tinham sido 384.633.327 KWh.

Dos seis meses deste ano, apenas em Abril é que a EDA produziu menos energia do que no mesmo mês do ano passado, enquanto que nos restantes meses a produção tem aumentado.

As fontes de energia que mais têm crescido na sua produção neste primeiro semestre são a geotermia, que passou de 91.230.183 KWh no ano passado para 103.668.785, a eólica, que passou de 28.577.617 KWh para 29.103.185 KWh, a Indústria de Resíduos, que passou de 4.037.209 KWh para 6.465.712 KWh e o Biogás, que passou de 124.667 KWh para 297.334 KWh.

O Fuel continua a ser, no entanto, a maior fonte de produção da EDA, embora tenha caído neste primeiro semestre de 209.831.620 KWh para 200.621.994 KWh.

O gasóleo também regista uma subida.

A energia geotérmica tem vindo a crescer todos os meses, em comparação homóloga, tendo atingido o seu valor mais alto em Janeiro, com 18.148.394 KWh.

 

Novo Banco dos Açores com lucro de 1,7 milhões de euros

novo banco dos açores grandeO Resultado Líquido do Primeiro Semestre de 2018 do Novo Banco dos Açores foi de 1.708 milhares de euros, o que compara com os 1.535 milhares de euros no primeiro semestre de 2017. 

Este Resultado de 2018 é claramente positivo já que incorpora mais 1,7 milhões de euros de Imparidades do que em 2017, anunciou ontem a administração do Novo Banco dos Açores, presidida por Gualter Furtado.

De referir que o Resultado Financeiro do Novo Banco dos Açores no primeiro semestre de 2018 aumentou 24,7% em comparação com o primeiro semestre de 2017. 

O Produto Comercial e o Produto Bancário do Banco também tiveram um desempenho positivo, respectivamente de  mais 8,8% e  mais 7,4%. 

Outro factor determinante neste primeiro semestre foi a redução dos Custos Operativos, que se traduziu numa poupança de 640 mil euros relativamente a 2017, com os Custos com o Pessoal a reduzirem 15%, sublinha ainda o referido banco.

O Cost to Income Comercial evoluiu de 66,2% em Junho de 2017 para 50,0% em Junho de 2018, enquanto o Cost to Income total passou de 59,2% para 45,2% no mesmo período.

O Rácio de Transformação do Banco foi de 99,1%, o Rácio de Liquidez de 108% (ambos ainda provisórios). 

“O último Rácio de Solvabilidade disponível, de Abril, foi de 14,65%, o que atesta bem o alto nível de segurança, a que acresce o Rácio de Crédito Vencido de apenas 4,6%, num montante global de 379 milhões de euros de crédito concedido, sendo que parte significativa deste Crédito está coberta por Garantias Bancárias”, reforça a administração do banco.

“O Novo Banco dos Açores prosseguiu a sua política muito rigorosa na gestão do crédito, o que não impediu de que tivéssemos apoiado muito crédito habitação, crédito à economia do mar, ao sector agrícola, incluindo a pecuária, projectos de apoio ao turismo e outros relacionados com a defesa do meio ambiente.”, afirma a Comissão Executiva presidida por Gualter Furtado.

Neste primeiro semestre de 2018 o Banco esteve presente em muitas iniciativas e eventos de que destaca: 

 Global Money Week - Crescimento Económico e Responsabilidade Social (Universidade dos Açores)

 Fórum Económico e Social 2018 - Câmara Comércio e Indústria Ponta Delgada

 Conferência “Financiamento Empresarial: que alternativas?” - EURONEXT

 Conferência sobre o “ Crescimento Económico e Responsabilidade Social” promovida pela MOVE, na Universidade dos Açores

 XVII Concurso Micaelense da Raça Holstein Frísia - Associação Agrícola de São Miguel

 VI Gala Médica - Núcleo de Medicina da Universidade dos Açores 

 V Encontro de Freguesias dos Açores, organizado pela Delegação Açores da ANAFRE

 Encontro - Diálogo com os Cidadãos - O Futuro da PAC - Associação Agrícola de São Miguel

 Mesa Redonda sobre “Ética nos Negócios e na Economia” - Câmara Comércio e Indústria Ponta Delgada

 Fórum Económico e Social organizado em Parceria com a Câmara de Comércio e Indústria dos Açores e a U G T / Açores

 Feira Agrícola Açores 2018, organizado pela Associação Agrícola da ilha Terceira

 I Encontro Intercalar de Investidores da Diáspora 2018

 

PJ detém homem de 23 anos por suspeita de tentativa de homicídio

PJA Polícia Judiciária (PJ) anunciou ontem a detenção de um homem, de 23 anos, suspeito da prática dos crimes de “homicídio na forma tentada e de ofensas à integridade física”, com recurso a arma branca.

Segundo a PJ, os factos terão ocorrido na madrugada do dia 1 de Julho,  sendo as vítimas dois homens de  25 anos de idade.

“A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada, colheu informação de factos ocorridos no concelho de Ponta Delgada, na passada madrugada de 1 de Julho, susceptíveis de configurar a prática dos crimes de homicídio na forma tentada e de ofensas à integridade física”, informou a PJ, em comunicado.

“Na sequência da investigação desencadeada “de imediato” pela PJ, “foi possível apurar que os factos criminosos ocorreram sucessivamente, na sequência de um desentendimento e confronto físico com as vítimas, na via pública, após a saída de um estabelecimento de diversão nocturna”. 

“O elevado número e a gravidade das lesões provocadas numa das vítimas, eram idóneas a causar-lhe a morte, o que só não aconteceu, pelo facto de ter sido prontamente assistido e transportado ao hospital, onde ficou internado”, revela a PJ.

Após ter agredido quase mortalmente a primeira vítima, o presumível autor veio ainda a esfaquear um amigo da primeira vítima, “de forma menos grave”.

“As diligências efectuadas permitiram a identificação e localização do suspeito, que veio a ser detido, bem como localizada e apreendida a arma utilizada, que era dissimulada sob a forma de outro objecto”, sublinhou ainda a PJ.

Além do detido, foi ainda identificado e constituído arguido outro homem, de 23  anos, interveniente nos factos.

O detido, com 23 anos de idade, técnico de informática, foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe  sido aplicada a medida coactiva de prisão domiciliária, tendo porém recolhido ao Estabelecimento Prisional, até melhor apuro das condições técnicas para o efeito.