Operador nacional lança campanha de viagens para os Açores com desconto

Lagoa do canário

O operador turístico Soltrópico lançou para o mercado uma nova campanha que designou “Dieta de Verão”, com reduções nos preços dos seus programas para os Açores, Monastir, Saïdia, Porto Santo e Cabo Verde.

“O acompanhante vai ficar mais leve... mas só no preço”, indica a campanha, onde o operador apresenta descontos no preço da segunda pessoa.

A campanha abrange os programas “Explorar São Miguel”, “Explorar São Miguel e Terceira” e “Circuito Mágico”, que são três pacotes para visitar os Açores, com reduções até 75 euros para a segunda pessoa, o que corresponde a um desconto de 37,5 euros por pessoa em quarto duplo.

O pacote “Explorar São Miguel”, com o desconto, apresenta preços desde 537 euros por pessoa em quarto duplo, com voos, taxas, transferes, seguro de viagem, quarto noites de alojamento, pequeno-almoço diário, uma refeição com bebidas incluídas, excursões, visitas guiadas e entradas no Parque Terra Nostra e na Lagoa das Furnas.

O programa “Explorar São Miguel e Terceira”, por sua vez, começa nos 832 euros por pessoa em quarto duplo, com voos, taxas, transferes, seguro de viagem, cinco noites de alojamento, pequeno-almoço diário, nove refeições com bebidas incluídas, excursões, visitas guiadas e entradas no Algar do Carvão, no Parque Terra Nostra e na Lagoa das Furnas.

O “Circuito Mágico”, que apresenta preços desde 1.130 euros por pessoa em quarto duplo, inclui voos, taxas, transferes, seguro de viagem, sete noites de alojamento, pequeno-almoço diário, 13 refeições com bebidas incluídas, excursões, visitas guiadas, travessia marítima Madalena - Horta - Madalena e entradas no Algar do Carvão, Museu dos Baleeiros, Centro de Interpretação do Vulcão dos Capelinhos, Lagoa das Furnas e Parque Terra Nostra.

Para Monastir, na Tunísia, a Soltrópico anuncia descontos até 175 euros no acompanhante, o que corresponde a redução de 87,5 euros no preço por pessoa em quarto duplo.

Assim, os programas que o operador tinha no mercado a partir de 545 euros por pessoa em quarto duplo passaram a apresentar preços desde 458 euros, incluindo voos directos TAP de ida e volta à saída de Lisboa, taxas, transferes, sete noites de alojamento em regime de tudo incluído (TI) e seguro de viagem.

Para Porto Santo, os descontos são até 100 euros para o acompanhante, o que corresponde a uma redução de 50 euros no preço por pessoa em quarto duplo. Assim, o ‘preço de chamada’ é de 487 euros por pessoa em quarto duplo, com voos directos de Lisboa e do Porto, taxas, transferes, seguro de viagem e sete noites de alojamento.

Os descontos também são até 50 euros por pessoa em quarto duplo para Saïdia, passando os pacotes a apresentar preços desde 526 euros por pessoa em quarto duplo, incluindo voos, taxas, transferes, seguro de viagem e sete noites de alojamento em regime TI.

Outra opção com desconto até 50 euros por pessoa em quarto duplo é a programação para a Ilha do Sal, em Cabo Verde, com voos de Lisboa às terças e voos do Porto às quintas, desde 584 euros por pessoa em quarto duplo, incluindo voos, taxas, transferes, seguro de viagem e sete noites de alojamento.

Ponta Delgada desenvolve aplicação para turistas com informações do concelho

Turistas de cruzeiroA autarquia de Ponta Delgada lançou na Bolsa de Turismo de Lisboa, em Lisboa, um novo portal e uma aplicação digital de Turismo.

O anúncio foi feito pelo presidente José Manuel Bolieiro, que, na ocasião, afirmou ser “uma medida do Município, que permite promover turisticamente todas as freguesias de Ponta Delgada de forma expansiva, ao mesmo tempo que contribui para a evolução progressiva da eliminação da contemplação ignorante”.

“Não é fácil criar estruturas edificadas como os centros interpretativos, mas a informação digital e a tecnologia dos beacons são uma solução. Nós agora, com esta aplicação, temos um centro interpretativo à mão, disponível em qualquer smartphone”, realçou o autarca.

José Manuel Bolieiro terminou a sua intervenção referindo que o aplicativo encontra-se “disponível em várias línguas, permitido os visitantes de diversas nacionalidades programar e conhecer, na sua própria língua, o que vão contemplar e visitar”.

Na ocasião, a assessora da área do turismo da Câmara Municipal de Ponta Delgada, Rosa Costa, explicou como o portal (www.visitpontadelgada.pt) reúne uma panóplia de “informações que são disponibilizadas ao utilizador, permitindo uma planificação da sua viagem, através da selecção de pontos de visitação e de serviços”.

Quanto à nova aplicação, esta “funciona de forma inovadora através da tecnologia de beacons nos locais visitáveis do concelho. O visitante, depois de descarregar a aplicação, vai poder obter informação, no momento, via bluetooth, sobre o local onde se encontra”, explicou ainda Rosa Costa.

Também na BTL, esteve Nuno Costa Santos, o escritor açoriano que dirigiu a 1.ª edição do encontro “Arquipélago de Escritores” e que agora assume, novamente, as rédeas da segunda edição desta iniciativa da Câmara Municipal de Ponta Delgada, que conta com a produção da StorySpell (Agência Literária) e com o apoio da FLAD (Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento) e do Governo dos Açores.

Durante a sua intervenção, o responsável fez um pequeno balanço da 1ª . edição do encontro literário, que resultou em 40 eventos com casa cheia, e anunciou as novidades deste ano, lembrando que “Ponta Delgada é ponto de encontro da literatura”.

Quanto às novidades anunciadas para este ano, este evento apresentará o lançamento do prémio nacional “Arquipélago de Escritores”, um documentário sobre Emanuel Félix e a calendarização mais espaçada no tempo dos eventos, permitindo que toda a gente usufrua de todos os momentos. 

 

Governo disponibiliza 1,2M€ para acções de promoção do destino Açores

LagoadasSeteCidades

A Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo, através da Direcção Regional do Turismo, disponibiliza apoios financeiros a iniciativas, acções e eventos de animação turística para promoção do destino Açores, com potencial para combate à sazonalidade do sector.

Um despacho ontem publicado em Jornal Oficial para concessão destes apoios financeiros fixa o limite orçamental em 1,2 milhões de euros para este ano, ao abrigo do regime de financiamento público a iniciativas, acções e eventos de animação turística ou com impacte significativo na promoção externa do destino turístico Açores, aprovado pelo Decreto Legislativo Regional n.º 18/2005/A.

Para o Governo dos Açores, “este é um instrumento que deve ser utilizado pelos agentes do sector, permitindo apoiar iniciativas em todas as ilhas, constituindo-se como ferramenta fundamental para o combate à sazonalidade através do apoio à captação de eventos que contribuam para a vinda de turistas nas épocas baixa e média”.

Trata-se, não só, de um investimento de promoção, mas também de captação de fluxos turísticos, permitindo ainda a consolidação da notoriedade e, desta forma, do desenvolvimento sustentado do sector.

Possibilita-se, assim, estimular dinâmicas locais com interesse turístico e, simultaneamente, incentivar e potenciar a promoção turística da Região, através de iniciativas que demonstrem relevante interesse público regional e que contribuam para o aumento da notoriedade nacional e internacional do destino.

Esta é mais uma medida inserida na estratégia de promoção do destino, enquanto uma das prioridades definidas pelo XII Governo dos Açores.

 

Ribeira Grande leva marca “Capital do Surf” à BTL

BTL - stand açoresO município da Ribeira Grande vai marcar presença em mais uma edição da BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, evento que decorre de hoje a 17 do corrente, na FIL. Este ano, a aposta da Câmara incide no reforço do trabalho iniciado em 2018, ou seja, a expansão da divulgação da marca “Ribeira Grande – Capital do Surf” através de algumas novidades.

Entre estas, realce para a apresentação de um site direccionado apenas para a divulgação dos melhores spots para a prática do surf no concelho e na ilha, apontando também pormenores de logística (deslocações, transportes, estadias) e quais as escolas de surf disponíveis.

Ainda neste âmbito, a BTL servirá de palco para a apresentação oficial do Big Waves Safety Summit, evento relacionado com as boas práticas de segurança no mar e ondas grandes, que terá lugar nos dias 30 e 31 de Março, na Ribeira Grande.

Para Alexandre Gaudêncio, Presidente da autarquia, a Bolsa de Turismo de Lisboa constitui-se como “uma oportunidade para cimentarmos as apostas que vimos realizando, em particular a aposta no surf e todas as mais-valias que lhe estão associadas”, referiu.

Será também no decorrer da BTL que a Câmara da Ribeira Grande vai apresentar o novo site institucional, alvo de uma profunda reestruturação para responder aos tempos actuais, principalmente ao nível da facilidade de acesso, navegação e disponibilização de conteúdos para os munícipes de uma forma mais intuitiva.

À semelhança dos anos anteriores, será na maior feira de turismo que se realiza em Portugal que a Ribeira Grande vai apresentar os eventos que vão decorrer ao longo do ano, como são os casos da Semana da Juventude, Paixão de Cristo (recriação histórica), Festa da Flor, Ecologic Trail Run, Marchas de São Pedro, Cavalhadas de São Pedro, Feira Quinhentista, RFM Beach Power, Monte Verde Festival, Festival Internacional de Folclore do Porto Formoso, Azores Burning Summer e o Wine in Azores.

Como sempre acontece, as apresentações serão acompanhadas por momentos de degustação dos produtos tradicionais da Ribeira Grande, em particular chá, biscoitos e licores. “A BTL é uma janela de oportunidade única que pode trazer mais-valias para o concelho. Por isso temos que oferecer o melhor que temos”, acrescentou Alexandre Gaudêncio.

Hotel Marina Atlântico assina acordo para contribuir para redução de resíduos urbanos

Hotel Marina Atlântico - grupo bensaudeO Hotel Marina Atlântico, do Grupo Bensaude, assinou na semana passada, um acordo no âmbito do projecto europeu UrBan Waste, que visa a implementação de estratégias urbanas para a gestão de resíduos nas cidades turísticas.

Entre os objectivos do projecto, destacam-se a promoção e estruturação de um quadro participativo dos stakeholders para a elaboração de políticas na gestão de resíduos e o desenvolvimento de estratégias política eco-inovadoras para a gestão de resíduos urbanos.

Desta forma, com a assinatura do acordo, o Hotel Marina Atlântico comprometeu-se a substituir produtos descartáveis na unidade hoteleira e proceder à tradução e disseminação das instruções de separação dos resíduos noutras línguas.

O projecto UrBan Waste decorrerá até 2019 e envolve as principais partes interessadas na prevenção e gestão de resíduos, gerando cadeia de valor no sector do turismo, pretendendo desenvolver uma prevenção de resíduos eco-inovadora, bem como estratégias de gestão em cidades com altos índices de turismo, de modo a  reduzir a produção de resíduos urbanos e de melhorar a gestão dos resíduos municipais”. Estão envolvidas no projecto 11 cidades-piloto e regiões europeias, nomeadamente Copenhaga, Florença, Santander, Nice, Dubrovnik, Cavala, Siracusa, Nicósia, Tenerife, Lisboa e Ponta Delgada. As duas cidades portuguesas serão os pilares das actividades de implementação e demonstração. Estas cidades estarão, também, envolvidas na estrutura participativa sob a forma do Plano de Mobilização e Aprendizagem Mútua para a prevenção e gestão de resíduos nas cidades turísticas.

Recorde-se que o Hotel Marina Atlântico é certificado ambientalmente de acordo com a Norma NP EN ISO 14001 e registado no sistema comunitário de Ecogestão e auditoria (EMAS).